quarta-feira, 10 de março de 2010

"VIVA E DEIXE VIVER"

Viver


v.i. Ter vida ou existência; existir.
 
O Aurélio define viver como ter vida OU existência não por mero acaso. Há uma diferença desmensurada entre VIVER e EXISTIR.
Vive-se quando se tem gana. Existe-se quando se está simplesmente. Vive um animal, uma flor e existe um quadro, uma mesa.
Se você opta por simplesmente existir não está privando somente seu EU dos sabores e dissabores da vida. Quem não vive não permite que outros desfrutem harmoniosamente dessa condição. Na mesma definição do dicionário está: existir: o doente ainda vive. O ser que "existe" é enfermo, tem saúde frágil e isso pode ser perigosamente contagioso.
Escolha VIVER, se não puder faze-lo por você que seja então pelas pessoas que você ama. Se é que quem EXISTE sabe amar. Talvez elas saibam ter posse, um suposto controle sob os que o cercam e as situações vividas.
Parece complicado viver e na verdade sei que não é tão simples, porém não deve ser difícil. Procure entender menos, sentir mais, aceitar o que pode ser bem-vindo, recusar o que é maléfico, ser mais amigável, estar presente no momento certo, saber ausentar-se quando necessário, entristecer-se mas não demorar a sorrir, usar o bom senso, não impor seus próprios conceitos e  irar-se muito raramente. Finalmente: seja feliz e permita que outros também possam ser e viver.
 
NÃO EXISTA SIMPLESMENTE...VIVA INTENSAMENTE
 
de alguém que ama, é amada e vive cada segundo: Ana
 
 
 
 
 


2 comentários:

  1. Eu por exemplo AMO VOCÊ!!!!!!

    Beijos minha coisinha mais gatinha....

    ResponderExcluir